quarta-feira, 4 de abril de 2007

Histórico do BPFMA




O Batalhão de Policiamento Florestal e de Meio Ambiente (BPFMA) desempenha as atividades de proteção e preservação ambiental em conjunto com órgãos como FEEMA, CECA, IEF, DPMA, SERLA, DRM e MPE e Secretarias de Meio Ambiente dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro. Atua em estreita colaboração com entidades civis e associações conservacionistas, obtendo ampla colaboração destes, possibilitando agir com rapidez e dinâmica operacional no atendimento aos ilícitos contra o meio ambiente. Somente no período de janeiro a outubro de 2003, o BPFMA percorreu mais de 50 mil quilômetros para fiscalizar e proteger o meio ambiente. No mesmo período, foram presas 227 pessoas, das quais 199 foram autuadas em flagrante; foram apreendidos 351 armas, 10.671 apetrechos diversos, 4,4 kg de cocaína, 44 kg de maconha, 170 redes, 47 tarrafas, 8 motosserras e 2.050 animais. Foram atendidas 1.511 ocorrências. Com quatro companhias e sete postos de Policiamento Florestal, o BPFMA atua em todo o Estado do Rio de Janeiro. Desenvolve também atividades de Educação Ambiental com palestras voltadas para os alunos das diversas escolas públicas e privadas de todo o Estado. O projeto de Educação Ambiental desenvolvido na Unidade e nas escolas dos municípios interessados em manter em seus currículos escolares, estudantes que serão multiplicadores de ações conservacionistas e desenvolvendo ações de cidadania, envolve não só o nome do BPFMA, mas também o da Corporação. Coopera não só na diminuição dos ilícitos ambientais, mas afastando os jovens alunos dos riscos sociais, que ameaçam a massa estudantil, trabalhando com projetos educacionais, elevando a auto-estima dos alunos envolvidos; desenvolve esquetes com temas do cotidiano juvenil (DST, AIDS, gravidez na adolescência e prevenção ao uso de drogas). Atualmente, tem apoiado os trabalhos dos alunos do CIEP Dr Zerbine, em São Gonçalo, que foram os primeiros Monitores Ambientais formados pelo BPFMA e, com os conhecimentos adquiridos durante o curso, foram aproveitados no Projeto do IBAMA. Na área cultural, apóia os trabalhos do Grupo Teatral Aquarius, também composto por alunos do CIEP 412, que tem como responsável os trabalhos voluntários de um policial militar do BPFMA, envolvendo-os em ações de cidadania, que contribuem para o estreitamento dos laços entre o BPFMA, a PMERJ e a comunidade estudantil. Os Projetos executados pelo BPFMA contribuíram para a formação dos Guardas Ambientais de Paracambi, que estão trabalhando com os conhecimentos adquiridos através das aulas ministradas por Oficiais e Praças do BPFMA. A Unidade desenvolve também palestras de Educação Ambiental em diversos municípios. Quanto às instalações do BPFMA, o prédio é do século XVII e possui uma capela datada de 1617, cuja origem tornou-se objeto de estudo de mestrado. Sua importância histórica é retratada desde a expulsão dos mouros, combinando com a reforma religiosa e a invasão do Exército francês comandado por Napoleão Bonaparte na Europa, com a vinda da família real portuguesa para o Brasil. Trata-se de uma razão a mais na preservação não só do meio ambiente, mas também de uma parcela do patrimônio cultural do país. O prédio foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional em 1939. Em 1961, foi instalado o Country Clube de Columbandê; em 1969, a área foi desapropriada pelo governo do estado; em 1972, foi filmado o documentário do Sesquicentenário da Independência do Brasil; em 1979, foi destinado ao Corpo de policiamento Rodoviário; em 1981, foi instalado o Corpo de Bombeiros; em 1984, foi cedido para a gravação do seriado da extinta TV Manchete “A Marquesa de Santos”; em 1988, passou a sediar o Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente. Através da pesquisa realizada pelo sargento Reginaldo Pinto, Auxiliar da P/5 (Comunicação Social), o BPFMA ficou internacionalmente conhecido, quando as diversas comitivas de consulados que visitam o Município de São Gonçalo mostram-se interessadas em conhecer os Projetos e Ações da Unidade de Preservação Ambiental, nas áreas Ambiental, Educacional e Cultural. É, assim, um importante canal de ligação entre o BPFMA, a PMERJ e as autoridades dos países que visitam a Unidade. O BPFMA recebeu no período de janeiro a outubro de 2003, 12.444 alunos (projeto de Educação Ambiental e palestras) e visitantes diversos. O BPFMA também tem em seus arquivos materiais de consulta para os estudantes de diversos níveis escolares, que buscam a Unidade para pesquisas de Meio Ambiente e história da Fazenda Columbandê, sede do BPFMA.


Seu atual comandante é o Ten Cel PM Mário Márcio Pereira Fernandes

8 comentários:

Cassiano disse...

O blog está de parabéns, sem dúvida mostrou a que veio.
PMERJ acima de tudo!

Anônimo disse...

tenho o prazer de dizer que este batalhão é um dos melhores em toda pmerj, pois tive o prazer de ter cido um dos policiais militares ai servi com muito louvor e que sempre fui grato e fico orgulhoso de ter participado desse tipo de operaçoes, comandado pelo corenel aroca que na epoca era um pai para nos.. e tenho tb a dizer que esta de parabens para aqueles que estão seguindo o serviço de comandante desse batalhaõ principalmente ao corenel luis antonio.. sempre em alerta.. e muito bom comandante que sempre levou a sério esse batalhao. parabens a todos os policias desse batalhão que sempre servirão com amor e carinho honrnado farda que usa da pmerj.. parabens .. sempre selva.. fiquem com deus.. assim dito por sd pm antonio rg 51 milhão.. abraços para todos..

BPFMA disse...

Caro SD PM Antônio.

O Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente encontra-se de portas abertas.

Sinta -se à vontade para visitar a Unidade.

Anônimo disse...

TENHO IMENSO PRAZER SER UM COMPONENTE DESSE BATALHÃO, SENDO FORMADO NA UNIDADE PELO ENTÃO CMT SÉRGIO MEINICK UM DOS MELHORES COMANDANTES DESSA UNIDADE, JUNTAMENTE COM O CARLOS MILAN... ABRAÇO PARA TODOS DA TURMA DOS 69 MILHÃO, A MAIS BEM FORMADA DESSA OPM.

Alexander disse...

Quando no Batalhão Florestal cheguei, disseram-me que eu acabara de entrar numa "casa de família". Hoje, quase dois anos trabalhando na 5a Cia - Aperibé, que fica a 300km da sede do BPFMA em São Gonçalo, e tendo a oportunidade de interagir-me com todos os profissionais de nossa unidade, sinto-me orgulhoso em estar cooperando em defesa de um propósito comum em nosso querido stado do Rio de Janeiro. Alexander.

Carlos Roberto de Oliveira disse...

Prezado Ten Cel PM Roberto Rocha Barros:

Não acho necessários maiores comentários sobre o tema que quero abordar pois ele está, por inteiro, no blog http://carlosrobertomeioambiente.blogspot.com/ que gostaria fosse visitado por esse digno Comando.

Um forte abraço!

ademirdasgracas disse...

EU TRABALHAVA NO GABINETE DO JUIZ DA COMARCA DE TRES RIOS RJ, LARGUEI TUDO PARA TRABALHAR NESTA RECÉM CRIADA UNIDADE, ONDE CONHECI TODOS OS MUNICIPIOS CONFORME ALGUNS...A P F., E, R O S LAVRADOS EM TODO ESTADO DO RIO , MORANDO EM JF. MG.SAINDO EM 1998,PELA PORTA DA FRENTE. PIONEIRO,PIMENTEL FLORESTALLLLLLLLLLLLLLLL.

LDomingues disse...

Al PM Domingues bom dia a todos, gostaria de obter informações dos mais antigos de como e forma de entrar para o BPFMA visto que admiro muito o trabalho deste Batalhao, maior do que o sonho de ser policial e fazer parte desta respeitada unidade!
Sei que ainda tenho aguardar algum tempo na convencional mais em breve quero estar fazendo parte do BPFMA!
Abraço Força e Honra...